Tag Archives: Africa

Porquê Oprah Winfrey é meu DEUS

{DEUS}

DEUS sm (lat deus)

1 O Ser supremo; o espírito infinito e eterno, criador e preservador do Universo.

Oprah Winfrey inaugura escola para meninas na África do Sul

“My young friends, doors are opening to you – doors of opportunities that were not open to your mothers and fathers – and the great challenge facing you is to be ready to face these doors as they open.”

2 Teol Ente tríplice e uno, infinitamente perfeito, livre e inteligente, criador e regulador do Universo.

“Ela é alguém que tem a capacidade de mover montanhas e mudar mentes.”

Dana Bash

3 Cada uma das pessoas da Santíssima Trindade.

4 Indivíduo ou personagem que, por qualidades extraordinárias, se impõe à adoração ou ao amor dos homens.

5 Objeto de um culto, ou de um desejo ardente que se antepõe a todos os outros desejos ou afetos.

Oprah is basically god now

:: Efigenias ::

deus é fiel

 
obs.: Esse é um blog tolerante, humanista e budista. Este artigo trata-se de uma licença poética ou alegoria.  Não serve para ofender ou desrespeitar o deus de ninguém, ok?

1 Comment

Filed under Afrodescendente, Black, One of Us, Opinião

Terminologia

Usos e significados

Guia prático e préalable dos termos raciais

Em caráter de urgência, devido a série de idiotismos e barbarismos que tivemos contato nos últimos dias (clique AQUI e seja bem-vindo a Lixolândia), comentário sobre três termos entre os mais utilizados para designar pessoas étnico-racialmente.

“Las razas” no existen, ni biológicamente ni científicamente. Los hombres por su origen común, pertenecen al mismo repertorio genético. Las variciones que podemos constatar no son el resultado de genes diferentes. Si de “razas” se tratara, hay una sola “raza”: la humana. “Las razas” biogenéticamente, no existen, pero el racismo sí, como ideología.

José Marín González, Doctor em Antropología da Universidade Paris 1 Panthéon- Sorbonne

Cada um desses termos e outros mais serão tema de matéria individual (como já vimos N*) em momento oportuno.

Preto

Tais Araújo, atriz, brasileira, PRETA

Pessoa da raça negra.

Designa africanos e descendentes. É o termo que se utiliza nos países lusófonos, com exceção a Angola que segue o modelo brasileiro. No dicionário de português de Portugal preto é descrito como termo pejorativo.

A palavra em si tem conotação neutra, ou seja, pode ser tanto positivo e demonstrativo quando pejorativo. No Brasil, apesar de constar como sinônimo de negro,  muitas vezes é considerado pejorativo quando na realidade é o termo mais adequado para indicar africanos e afrodescendentes.

Francês: noir
Inglês: black*
Espanhol: negro*

 

Negro

Tais Araújo, atriz, brasileira, NEGRA

Negros são os pretos nascidos na América descendentes de escravos e escravos em geral. No Brasil é o termo mais popular e utilizado para designar afrodescendentes. De certa forma, a palavra representa origem comum, diferente do termo preto que está ligado, no subconsciente popular, à cor. À rigor, os pretos brasileiros são negros porque são descendentes de escravos e por isso mesmo muitos consideram o termo racista porque evoca diretamente à escravidão.

Podemos pensar a priori que  um brasileiro afrodescendente é negro, mas um africano preto, por não ser descendente de escravos. Porém  na língua corrente, negro e preto são sinônimos.

Francês: nègre termo fora de uso justamente porque remete a escravidão e não se ajusta a realidade dos afrodescendentes .

Inglês: negro mesmo caso do francês. A palavra foi rejeitada na época do movimento pelos Direitos Civis, justamente pela alusão a escravidão e hoje em dia é termo pejorativo
Espanhol: negro é o caso mais crítico da dialética palavra X representação. Nos países hispânicos negro não é somente pessoa preta, de origem africana, mas designa também o pobre, o segregado, o mais baixo da escala social, sem cultura, ignorante. É usado como adjetivo pejorativamente (“negro de mierda” mesmo que a pessoa seja branca). consequentemente designa populações de origem indígena não só pela pele escura mas por ser o pior do extrato social. Por outro lado, é também vocativo carinhoso, como a cantora Mercedes Sosa  que na Argentina tem o epíteto La Negra.

Mulato

Tais Araújo, atriz, brasileira, MULATA

Mulato é termo que designa os mestiços entre branco e negro. Historicamente o termo usado para qualificar animais e como o negro ainda é era tratado como mercadoria era também classificado dessa forma, sendo que quanto mais perto do branco, melhor.

No Brasil é sinonimo de mulher negra fácil bonita, voluptuosa, sensual. A dançarina símbolo do carnaval é um esteriótipo brasileiro. É   um dos eufemismos raciais para negra, uma forma de amenizar o fato (assim como morena, morocha, moreninha, mulatinha). O mulato que é um dos símbolos do Brasil miscigenado, é também um grande exemplo do racismo cordial à la brésilienne.

Francês: mulâtre tem origem no mulata do Português, ou seja, como se fora um produto, uma pessoa que é de origem branca, nobre e preta, escrava, inferior. É a clássica mistura de cavalo com mula. Lendo a definição de mulâtre me deu ainda mais vontade de esquecer essa palavra e partir pra outra.

Le terme mulato ou mulata est aussi utilisé en portugais pour désigner des métis mais au Brésil après 388 ans d’esclavage donc d’exploitation sexuelle des femmes noires,métisses et indiennes le terme de mulata est souvent synonyme de danseuse érotique de carnaval. Ces femmes sont parfois vues comme des femmes de milieu social pauvre et facile à séduire, toujours prêtes pour une relation sexuelle. (Afff ,é isso que você quer pra você?)

Inglês: mulatto pelo mesmo motivo dos outros idiomas, não pegou nos Estados Unidos, além da associação à escravidão. Os termos mais usados são várias da palavra mestiço como biracial, mixed. Dizem que o termo peca por ser amplo e não designar somente o mestiço de negro com branco, mas qualquer mistura racial. Mas cá entre nós, nada como um predicativo para salvar a história, basta dizer mestiço de branco com negro.

Espanhol: mulato os espanhóis que começaram com a idéia de categorizar pessoas como mercadoria. Então o mulato uma produto da cruza entre o branco e negro.

Obviamente que aqui no Efigenias a liberdade é ampla e respeitamos o direito de cada pessoa se designar da maneira que quiser. Só queremos remarcar a importância dos significados, usos e representações das palavras.

Na próxima edição:

POLÊMICA: Black é racismo ou afirmação?

Fique a seguir com o Bofe do Domingo.

Bom final de noite :)

ps.: e para aqueles que amam odiar, gritar e espernear, dêem crédito às horas infinitas sentada nas bibliotecas do mundo e navegando em sites mil. Na humildade.

5 Comments

Filed under Ação Afirmativa, Afrodescendente, Black

Ethymos

A palavra é:

África

Afri / Ifri/ Afer / Afariq/ Africa / Ifrîqiyâ / Ifriqech / Banû Ifran

Substantivo feminino denomina o continente africano e um país.
A origem do nome não é muito clara. Os gregos a chamavam Líbia o que na verdade era a área do atual Maghreb já  os romanos já usavam a palavra África para denominar toda a  região.


África pode ter tanto origem européia, do grego Afhriké, que significa sem frio. Na mitologia romana Africus era o nome de um dos doze ventos.  Na língua latina, Aprica (ensolarado)daria origem a África.

Tem a lenda de um rei de nome Africus de uma das três principais tribos da África antiga  fundou uma cidade e a batizou África. Com o desenvolvimento do comércio na região com os viajantes europeus, o nome se popularizou e passou a designar todo o continente negro.

A mulher de nome África é charmosa, interessante e um pouco tímida. É difícil resistir ao seu olhar ingênuo e personalidade cheia de frescor. Nos anos 60 , 4 mulheres foram batizadas com esse nome na França.

Lembrando que áfrica, substantivo comum, também denomina grande proeza,  grande feito realizado com coragem. Por exemplo: Fazer alongamento de cabelo com nó italiano é uma verdadeira áfrica ; )

Pra saber mais ( já que a redação ficou meio com preguiça de fazer a pesquisa completa o post será atualizado com mais informações sobre o tema) você pode ler esse artigo em Português e esse em Francês.

Leave a comment

Filed under Afro, Afrodescendente, Black

Por que o brasileiro odeia tanto as mulheres negras?

Como fazer uma dissertação à la francesa

  • A Problemática

Na capa do  site Terra.com hoje:

Torcida marca presença na vitória do Brasil sobre a Polônia

.

Na matéria uma foto de 4 mulheres NEGRAS MARAVILHOSAS que estavam na torcida da seleção de vôlei num jogo na Itália. Nos comentários, a lixolândia patrocinada, publicada e incentivada pelo site Terra, chama as mulheres de prostitutas. Baseado em que? COM CERTEZA PORQUE SÃO NEGRAS!

Eu poderia falar do homem em geral, da sociedade, do mundo secular, mas gostaria de saber por que o homem BRASILEIRO trata tão mal e desvaloriza as mulheres negras? Por que sempre somos tão discriminadas? Se somos feias, a segregação social, se somos lindas, somos prostitutas.

Alguém conhece no Brasil uma mulher negra que seja de verdade um ídolo? Você pode citar algumas (Tais Araújo por exemplo), mas nem se compara com qualquer mulher branca, mesmo que seja subcelebridade (dentro do mesmo exemplo, o autor Agnaldo Silva disse, quando Tais Araújo chegou ao auge de sua carreira ao protagonizar a novela das oito e ser uma das “Helenas do Maneco”, que uma Helena negra, não poderia ser  retratada como uma Helena “normal”, segundo ele).

Mulher negra não dá ibope no Brasil.

.

  • A Tese

John Lennon um dia disse que a mulher é o negro do mundo. A mulher negra é o negro até da cultura negra. A bióloga Fernanda Lopes, quem eu tive o grande prazer de conhecer na minha adolescência, liderou uma pesquisa relacionada as mulheres negras e o sistema público de saúde. As mulheres negras são as mais mal atendidas nos hospitais e postos de saúde do estado. Inclusive, muitos médicos diziam sentir nojo de tratar mulheres negras.

Esse descaso causa a morte precária e antecipada de muitas mulheres negras todos os dias. Agora, por exemplo.

A mulher negra é a mais discriminada no mercado de trabalho, principalmente entre 25 e 35 anos. Claro,  se somo máquinas parideiras, quem vai dar um emprego ou manter em um uma mulher negra se tem a mentalidade de que é uma mulher ignorante e promíscua e que certamente vai engravidar?

Para uma mulher negra chegar ao patamar de salário de um homem negro que, por si já ganha menos que um homem branco menos escolarizado, ela tem que estudar de 8 a 11 anos a mais!

Nunca me esquecerei uma vez que o Fantástico fez uma pesquisa para eleger a mulher brasileira mais bonita do século. As mulheres foram divididas em 3 grupos: loiras, morenas e RUIVAS (???)!

Você branco, já pensou como é conviver com isso tudo? Quando Luís Caldas e Tiriricas da vida fazem “músicas” jocosas e preconceituosas usando mulheres negras como tema, você já imaginou o que é escutar isso todos os dias na rua? O deboche e o riso velam o racismo por trás da letra e nós é que temos que aguentar.

John Mayer, pseudo-cantor americano disse que nunca ficaria com uma mulher negra, que seu pau membro era um símbolo da superioridade branca (oi?).

A revista americana Complex fez a lista das 50 mulheres brasileiras mais lindas conhecidas internacionalmente votadas pelo público. Entre elas 14 são negras e afro-descendentes, quase 30%. No Brasil, a revista VIP faz também uma lista anual das mulheres mais lindas. Em 2009, das 100 mais gatas da VIP, apenas 8 eram negras (8%)

.

  • A Antítese

Louvada na música popular, símbolo de força, luta e beleza, a mulher negra é uma das fontes da miscigenação do Brasil.  Nas religiões afro-brasileiras a mulher negra é a deusa, a guardiã da sabedoria, a mãe.

Uma unanimidade entre poetas e artistas, a mulher negra ocupa posição de destaque no imaginário da cultura brasileira.

.

  • Síntese

Eu concordo que o Terra não serve de parâmetro de nada positivo nesta vida. É o antro da lixolândia, Terra de ninguém, onde fala-se o que quer. O Terra dissemina o ódio racial, a intolerância e se vale de uma falsa liberdade de expressão de seus leitores para isso. É o mundo cão online.

Sempre me perguntei porque o homem brasileiro odeia tanto a mulher negra… Qualquer mulher negra tem mais histórias de discriminação racial e sexual do que  a população negra como um todo. Não temos direito a nada. O olhar de desdém das pessoas fere e agride nosso orgulho.

PRETAS, temos que nos unir contra isso, nos posicionar contra essa mídia que finge que não existimos. Quando nos dão espaço é por imposições legais ou por uma pressão  social que podemos fazer juntas!

O preconceito e os estereótipos persistem através do tempo. Morena, moreninha, cor de jambo, mulata, tudo isso é racismo mes belles, não se enganem! Chega de passar a mão na cabeça da brejeirice racista do brasileiro!

São muitos obstáculos mas NADA SUPERA NOSSA FORÇA!

ps.: a antes de gritar e espernear e dizer que o que digo é generalização barata, estude um pouco sobre a universalização dos fatos e fenômenos mais um pouco de retórica e depois cola aí pra gente trocar uma idéia.

ps.: antes de gritar, espernear e encher minha paciência, saiba  QUE ESTOU DE MUITO MAL HUMOR por conta disso!

Isso me deixa doente :(

Leia AQUI Nota de Repúdio contra o site Terra.com.br

:: Efigenias::

PRETAS DO CABELO DURO

59 Comments

Filed under As Efigenias, Internet, Opinião

África 2010 destino Brasil 2014

Chega ao fim a histórica Copa do Mundo da África do Sul 2010, a primeira do continente africano (Parabéns a Espanha). Durante um mês vibramos, torcemos, choramos (uns mais que outros) olhando para a África. Viva a Copa!

A Fifa mais uma vez se destacou como grande organismo internacional. Tão importante quanto a ONU e o trabalho diplomático dos países, a FiFa conseguiu unir as pessoas em nome do esporte no maior evento da Terra.  E na África.

Nos últimos 30 dias pessoas no mundo inteiro conheceram mais sobre a África, sua história, seus costumes.  Um olhar muito diferente do que estamos acostumados a ver quando se fala dos paises africanos. E digo África, não somente África do Sul, porque essa Copa representou todo o continente, o povo preto e sua cultura comum.

Pra vocês terem idéia da visibilidade, o termo “World Cup 2010”  teve um aumento de mais de 2000% no último mês nas buscas no Google* e outros termos como “South Africa”  e “Africa Cup” tiveram cresceram no interesse do usuário em mais de 1500 e 300%, respectivamente.

Impressionante também o interesse dos próprios africanos na Copa do Mundo. Os pequenos Suazilândia e Lesoto lideram a lista de paises no interesse nas buscas. O olhar do africano voltado para a própria África  demonstra a importância social do evento.

Os  problemas sociais também foram tema nesta Copa. Violentos protestos dos trabalhadores do Mundial por aumento  de salário e os crônicos problemas de fome, miséria e subsenvolvimento.  O lado positivo é que depois dessa Copa, ninguém pode dizer que não sabe o que acontece na África, tanto a luta e o carisma do povo, o potencial de mercado, os recursos naturais,  quanto a pobreza, racismo. e a Aids A Copa é uma grande exemplo para a humanidade, podemos nos unir para mudar esse quadro de desigualdade, baixar os índices de contaminação de HIV é um primeiro grande passo que devemos a mãe África.

Durante esse mês de festa,  dias vimos na televisão homens e mulheres negras bem sucedidas, lideres mundiais, presidentes, atletas negros. Falamos sobre a beleza das mulheres, o estilo, as paisagens paradisiácas e a influência da África na cultura da humanidade, mesmo quando não nos damos conta.

Uma vez eu perguntei a um lider budista, qual era a opinião do Budismo sobre os problemas que assolam a África nos últimos séculos e que parecem não ter data para terminarem. Com um sorriso ele respondeu temos que olhar a África como o futuro da humanidade.É o inicio e a continuação dela.

Eu gostei do que vi na Copa, muita festa e união, mesmo sobre o crivo dos céticos que dizem que o dinheiro foi a grande estrela do mundial. Humanista romântica que sou, acredito que a primeira Copa da África é um dos maiores eventos da história do povo negro.  E é só o começo.

:)

* fonte: Google Insight, sem valor oficial, meramente ilustrativo.

2 Comments

Filed under Opinião

Além de banco, Bukina Faso também tem TV

E é divertido!

Todo mundo que tem email, já ouviu falar de Bukina Faso.  Além de ser o país do famoso scam de internet, da tal grana que alguém tem para transferir para sua conta, Bukina Faso é também o cenário de uma nova série polícial apresentada na tv francesa chamada “Super Flics”, algo como os Super Tiras.

A música de abertura é bem legal, o clima é divertido e as pessoas sorriem, nem parece que é um seriado policial onde os agentes Marc e Malika combatem o crime e recebem todas as semanas celebridades do cinema e teatro bukinabé. Você pode assistir os episódios em francês na página da TV5 Monde, a televisão pública da França.

Lembrando que um outro país africano é considerado oo terceiro maior mercado de cinema do mundo: a Nigéria que só perde em número de filmes lançados por ano para Estados Unidos e a Índia.

Quem sabe agora você se anima a aceitar a falcatrua oferta do tal gerente do Banco de  Bukina Faso ;)

:: Efigenias ::

All around 

Leave a comment

Filed under Afro, Out and About, TV

Naomi "do Brasil" Campbell defende modelos negras

Fala se ela não é tudo? Naomi Campbell além de linda, poderosa, modelo, chiquetésima é brasileira de coração.
 
A über model defendeu essa semana num evento na Africa do Sul a inclusão de modelos negros na publicidade e moda dos mundos chamados “desenvolvidos”. Pois é.
 

Leia mais sobre modelos negros

 

 

Naomi Campbell defende modelos negras

 
 
 
:: Efigenias ::
Team Naomi
 
 

2 Comments

Filed under Fashion, Fêmea alfa, HOT NEWS