Tag Archives: Brazil

Papo reto para os homens negros

Será que os homens negros  podem ser salvos ou devem se salvar?

Depois da morte do adolescente Trayvon Martin nos EUA, muito se discutiu sobre o porte de armas nos Estados Unidos, o país mais armando e com altos índices de mortes causadas por armas de fogo. Discutiu-se a violência urbana, o racismo, mas houve também quem falasse da vulnerabilidade  dos jovens negros diante à violência e uma certa auto-vulnerabilidade de comportamento.

O veredito de não-culpado atribuído a George Zimmerman, que matou Trayvon Martina tiros , não atiçou somente humanistas, progressistas e militantes,  a direita midiática também quis dar sua opinião sobre  o assunto. Do jeito deles.

SPOILING ALERT

Este blog a muito tempo tem como foco principal o desenvolvimento do indivíduo. Acreditamos e trabalhamos para a revolução humana (Kossen-rufu).  Não somos bobas ou estamos deixando questões como a pobreza, o genocídio da comunidade negra, o racismo e o racialismo de lado, enquanto perdemos tempo com questões menores e detalhes menos importantes diante da barbárie que começou a 500 anos quando a “civilização” chegou pra dar um rolê na África. O objetivo desse texto é propor questionamentos e melhoramentos voltados para o indivíduo e que podem refletir diretamente na comunidade.

O repórter da CNN Don Lemon em um de seus comentários sobre o caso Martin-Zimmermman, fez uma lista com cinco pontos importantes a serem discutidos pela comunidade e a serem considerados principalmente por jovens negros.  A ideia geral é que se estamos de fato vulneráveis, temos que nos fortalecer e não enfraquecer elos importantes. Claro que não sou intelectualmente desonesta nem falaciosa, tampouco sairia de rolê com esse jornalista, mas gostaria de dar minha opinião, praticamente irrelevante, porém com  força representativa, principalmente sobre a “desintegração da família afro-americana”. Note, que a paisagem do fato e os personagens  pertencem a outro país, mas fazem parte da cultura e do imaginário afro-descentende e certamente pode ser aplicado a nossa realidade.

Vejamos o que ele disse:

“A razão porque há tanta violência nas comunidades negras é a desintegração da família afr0-americana. Criados sem muita estrutura, jovens negros muitas vezes rejeitam a educação formal e gravitam em torno da cultura das ruas, das drogas, e das gangs. Ninguém os força a fazer isso, é uma decisão pessoal. Mais uma vez,  isso é uma decisão pessoal.”

Claro que além de beeem apriorista e simplista, este argumento tende a falácia. O pós-escravidão e o destino de seus descendentes é muito maior e complexo do que o destino de alguns. Essa parte do texto nem é tão legal, mas serve pra reforçar que, apesar de não concordar com a ideologia do jornalista, nem com o canal onde ele trabalha, nem com o grupo cultural que ele representa, estou de acordo com alguns pontos da lista a seguir. E também com a ideia de que a cultura gângster virou o mainstream dos jovens negros. Ser malandro, ser bandido, ser foda parece ser muito divertido nos clips, mas na vida real não é…

5 conselhos que podem ajudar indivíduos negros a serem mais respeitados e a se respeitarem mais

1 – Levantem suas calças

Sim. Levantem e agora.  Todos temos direito a individualidade, ao estilo, a cultura. A liberdade de poder se vestir como se quer é uma das mais preciosas MAS se você quer ser levado minimamente a sério, nesta sociedade, neste tempo histórico,  levante suas calças. De verdade.  Ninguém vai te levar a sério quando suas calças estão pelos joelhos e metade da sua cueca está pra fora. Tipo, não dá.

justin bieber efigenias

Ninguém é levado a sério com metade da cueca pra fora, filho. Ninguém

2 – Parem de usar a N. word

Parem, simplesmente parem. NÃO USEM MAIS. Pra você ter uma ideia, essa palavra surgiu nos Sul dos Estados Unidos quando os pretos eram queimados em árvores no sábado à tarde para divertir os brancos. Neste caso não aceito a reapropriação, sinto muito.  Me revolta ver jovens brasileiros, que mal são capazes de entender e interpretar uma letra de música repetida à exaustão em inglês, dizendo nigga isso, nigga aquilo. Para filho, não dá, você nem sabe do que está falando.  Capacite-se para  fazer essa escolha antes de sair falando como um ignorante. E se você é branco, pior. Para!

– Ah, mas o Jay Z e o Chris Brown falam!

Bem, um artista não necessariamente é um sábio ou alguém que está realizando ações para o seu benefício, não é mesmo? Jay Z e seus amigos ganharam muita grana com essa cultura de pseudo-reapropriação que consistia em tornar público e popular o uso de uma palavra criada exclusivamente para humilhar seres humanos,   pense bem. O  Barack Obama ou a Oprah Winfrey não são nem jamais falariam isso. Então para, não fique repetindo coisas demoníacas sem saber.

3 – Respeitem sua origem, não fiquem desdenhando

Ame e respeite seu bairro, sua quebrada, sua goma. E mais, respeite sua mãe que te criou enquanto seu pai estava ocupado demais para cumprir sua obrigação. Respeite sua avó que lutou para que você pudesse sobreviver.  Não seja nem machista, nem mal agradecido. É feio e você merece mais do que isso.

4- Terminem seus estudos

Se existe alguma forma de mudar a história da sua vida para melhor e que não tenha a ver com a sorte, é sem dúvida a educação. Não importa o que você queira fazer na sua vida, mas estude. Parece cafona, mas um diploma na mão faz sim a diferença. Faz a diferença pra sociedade, faz diferença para a sua comunidade, faz diferença para você mesmo.  Por maior que seja o esforço, faça! Vá em frente que certamente sua vida só será melhor. Por pior que seja o ensino, é sua escolha ser ou não mais um ignorante. Você não precisa ser um ignorante, nem repetir esse esteriótipo dentro da comunidade. Já era essa história, o lance agora é bem outro.

5 – Parem de ter filhos fora do casamento

Esse é o papo mais reto porque é a raiz de vários problemas sociais. Sabia que o plano de governo do Barack Obama, um dos pontos exigidos pelos eleitores eram ações voltadas a conter o problema causados pelos fatherless sons, ou seja, filhos sem pai?   Eu duvido, posso até apostar com  alguém que me mostre um problema social maior que a paternidade irresponsável e seus efeitos na sociedade. Para de ser estúpido e ficar se valendo de biologismos idiotas. Não, você não é um cachorro, você não é um garanhão, você não é um procriador. Você é um humano que deve sem exceção se responsabilizar pelo destino de seus filhos. Foda-se se você quis ou não ter filhos. Você teve. Foda-se se seu pai não te criou, foda-se se o pai do vizinho também não. Você mais que ninguém sabe o mal que isso causa, então não tente ser um animal, você não é. Para!  Evite ter filhos antes de poder ter uma família ou poder cuidar dele. Caso os tenha,  ame e responsabilize-se.  Muitas mães criam seus filhos sozinhas mas não tem que ser assim. A comunidade pode até te safar e aceitar seu comportamento, mas seu caráter e sua hombridade ficarão marcados. A sociedade exclui a mulher negra da mesma forma que criminaliza jovens negros a partir de ideias racistas e esteriótipos, mas aparentemente, as mulheres ainda assim conseguem ser mais responsáveis enquanto os homens ou se comparam com cavalos procriadores ou simplesmente aceitam o destino imposto pela sociedade. Chega.

Precisamos de lideres, alphas, homens fortes para tomarem essa situação pelas mãos e ajudar a mudar o destino da nossa comunidade.  Precisamos de vocês.

:: Efigenias ::

Contamos com vocês

1 Comment

Filed under Ação Afirmativa, Ideias sem acento, Motivação

Google Pergunta

As respostas do nosso humilde oráculo

As dúvidas, anseios e divagações filosóficas dos nossos navegantes.

{porque todos odeiam o cabelo cacheado}

Olha, nem todos, mas é inegavel a pressão cultural para que todas as pessoas queiram ter cabelo liso. Atualmente eu prefiro simplesmente pensar que cada um tem direito de optar pelo que gosta, mas há de ter diversidade de representação.

{porque as pessoas odeiam negros}

Eu acho que 30% das pessoas odeiam os negros e 60% são tão ignorantes que não conseguem entender a consequência de seus atos e palavras.  Para os primeiros, respeito pelo direito de opinião porém, que guardem suas ideias idiotas para vocês mesmos. Pensem o que quiserem,ninguém tem que saber das merdas que passam na sua cabeça. Para os segundos, educação, representatividade e respeito. A educação salva almas, sabemos disso e temos obrigação de esclarecer as pessoas: por exemplo a questão seguinte:

{por que negrice termo pejorativo}

É uma dúvida autêntica e oportunidade de esclarecer alguém pode estar sendo racista sem saber. vejamos linguisticamente:

Estudando o ensaio de José Endoença Martins para a revista da ABPN,  assimilei um possível significado para negrice, em contrapartida a negritude.
Segundo Martins:

“negritude compreende “os aspectos positivos” colados à vivência negra pelos atores da resistência racial” sendo negrice  seu oposto: “sob a égide da negrice…corporificam a identificação com valores externos às suas culturas de origem e, portanto, desenvolvem identidades assimilacionistas; Negrice engloba “as configurações negativas” associadas à experiência negra, determinadas pelo racismo branco e pelo racismo internalizado”.

Para concluir, essa,  como outras palavras, devem ser evitadas no contexto diário por remeterem a algo negativo a toda cultura negra. Dizer coisas: “não faça nenhuma negrice” é assumir uma configuração negativa com toda a cultura e povo preto. OU seja, ninguém merece.

:: Efigenias ::

Linguística é nosso jogo

2 Comments

Filed under Google Pergunta, Opinião

Metalinguagem feat. “Quando ler o ::Efigenias::?”

Quando ler o Efigenias?

Siga @aDoutrinadora no Twitter!

Às vezes você se pergunta QUANDO e COMO deve participar do ::Efigenias::?

Sugestões de momentos que você DEVE LER o :: Efigenias ::, CURTIR no Facebook ou perSEGUIR no brand new TWITTER

{Depois de mais um dia de trabalho na Semana de Moda de Nova York}

{Antes de mais um dia de compras nas boutiques super exclusivas no 16eme em Paris}

{Não deixe de twittar sobre aquele baile de gala da sociedade benemérita da qual você faz parte}

{Durante um cruzeiro pelas Ilhas Gregas diretamente no seu iPad}


{Convide todas as suas amigas do nado sincronizado pra seguirem a a doutrinadora no Twitter!}

 :: Efigenias ::

Faz parte

1 Comment

Filed under As Efigenias, Internet, Social, Twitter

Alpha bitch

Dona Lourdes, você é uma das nossas!


:: Efigenias ::

Porra, Jean!

Leave a comment

Filed under Efigenias, Fêmea alfa, One of Us

A história da vadia do supermercado ou Deixa meu cabelo em paz!

Drama, suspense, reflexão

Minisérie auto-biográfica sobre o dia-a-dia da editora chefe do Efigenias.org em Paris.

Haja fígado!

:: Efigenias ::

Na tela da tv no meio desse povo

15 Comments

Filed under As Efigenias, Internet, Negas do cabelo bom

Google Pergunta

Diretamente das pesquisas do Google

As queries d@s querido@s e ilustres visitantes do nosso humilde blog

* padrão de beleza imposto pela mídia

Veja o que o padrão de beleza imposto pela mídia está fazendo com nossas crianças


* tais araujo é um afrodescendente?


Sim, Tais Bianca Gama de Araújo, atriz brasileira é afrodescendente, mas lembre-se o artigo indefinido deve concordar com o substantivo, então no caso é uma afrodescendente

* como colocar alongamente fio a fio com franja

Amo esse vídeo, essa menina é maravilhosa! Ela faz o penteado Frohawk colado com cola. Atenção para a finalização.


*como se fala eu amo a willow smith ela é diva em inglês

  • I love love love Willow Smith, she is such a diva!
  • La quiero a Willow Smith, esta muy copada, re diva!
  • J’adore Willow Smith, elle est suberbe, en fait, une vraie diva!

*jennifer hudson, usa extensões no cabelo?

Não mais. Agora ela usa lacewig.

NR.:way too much photoshop, way to much wig

E a Menção Honrosa vai para

*crianças são amigas de todas não tem preconceito


Sim, crianças não tem preconceito, mas pais, familiares e amigos sim.  Vamos educar nossas crianças de forma a erradicar o preconceito desde a infância.

Leave a comment

Filed under Afrodescendente, Blosphera, Internet

One of us

{Passado}

Única jovem brasileira que participou de Davos sonha em ser diplomata

Sou menina, negra e de classe média, mas isso não quer dizer que não posso vencer. O começo da vida não pode determinar o final”,

Raquel Silva sobre seus projetos para o futuro. O prioritário segundo ela, é ser diplomata.

{Presente}

Ação Afirmativa do Instituto Rio Branco

O Programa de Ação Afirmativa do Instituto Rio Branco – Bolsa Prêmio de Vocação para a Diplomacia foi instituído com a finalidade de proporcionar maior igualdade de oportunidades de acesso à carreira de diplomata e de acentuar a diversidade étnica nos quadros do Itamaraty.

{Futuro}

RAQUEL SILVA, Phd, Diplomata brasileira

:: Efigenias ::

1 Comment

Filed under Ação Afirmativa, Afrodescendente, Educação e oportunidades, HOT NEWS

Blosphera

Enquete

Tem uma pesquisa intitulada “Quem somo nós, consumidor@s?” rolando no site da Revista Raça.

Leva só um minutinho e vale a pena colaborar como a  pesquisa e lançamento de mais e mais produtos para nossos cabelos tão exigentes.

Queremos mais e melhor!

Sugestão da Vovó Efigenia

Está em dúvida de qual carreira seguir?Você já pensou no curso de Química? Imagine a carência no mercado de profissionais que estudem e desenvolvam produtos para cabelos e pele étnicos? É um dos maiores nichos comerciais do momento.  Sempre me pergunto como nunca li na minha vida nenhuma explicação científica para o  retardo no crescimento capilar em cabelos de mulheres pretas (do qual eu sofro fortemente).

Viu que dica boa? A vovó é assim, sugere o curso de graduação e ainda dá o tema da pesquisa de mestrado.

Mais informações sobre a carreira Química  clique AQUI

Beijos e juízo menina!

Leave a comment

Filed under Ação Afirmativa, Afrodescendente, Beleza

Diário de Férias

De volta das férias (de novo).
Vamos trabalhar com força total pra bombar em 2011, o último ano antes do fim do mundo.

O que será que rolou?

A editora do Efigenias e seu partner in crime Thontom, vulgo Gorduxo, em mais uma aventura na adorável Amsterdam (eeeeee)!

Top 5 A’dams!

5º Café De Vergulde Gaper

É um bar charmoso perto do Red Light District. Todo sábado rola um encontro do Couch Surfing lá (ok, eu conheço o lema: “CouchSurfing, hay que salir”, mas enquanto eu não saio…) Bebidinhas, pessoinhas, bom lugar pra começar a noite porque tem comidinhas bem legais lá. E o preço, bem, não é Paris, então dá pra comer de verdade.

PrinsenSTRAAT bem na esquina, Amsterdam

4º Rood

Essa loja é um bombom, é uma loja vermelha. Sim, tudo vermelho: tem brinquedos, decoração, roupas, tudo em vermelho coração. É muito fofa mesmo! Até os cartões postais são vermelhos, um primor!

Warmoesstraat 137a 1012, AMSTERDAM

3º Bulldog

Bulldog é o pioneiro e mais antigo coffeeshop de Amsterdam. Têm vários na cidade e seu slongan é ” a marca com coração” , ou seja, o povo curte e curte mesmo o movimento. Além de todas as coisinhas que amamos que se encontram em um coffeeshop, esse aí da foto, o Bulldog Palace, fica na praça do lado da H&M é uma baladinha também. É legal porque além de turistas chapados, tem os locais fazendo a festa.

Leidseplein 15 1017, Amsterdam

2º Galeria de Arte Africana

A melhor galeria de arte africana que eu vi em toda minha vida. Sério, blowin’mind! Tinha duas estátuas de guerreiros em tamanho real INCRÍVEIS! Eu não lembro o endereço, nem sei se o link da foto leva a essa galeria especificamente que eu estou pensando, mas enquanto eu não descubro, fica a dica. Só sei que fica no bairro Jordaan, perto do museu de Belas Artes, ou Bozart como falamos aqui em Paris.

Quando eu lembrar do endereço eu posto

1º Paradiso

Todo mundo á sabe que eu nasci para balada e levo essa missão muito a sério.Eu não sou gente que vai em balada de hip hop, mas essa foi f.o.d.á.s.t.i.c.a! O lugar é gigante , amei ficar 1 hora na fila passando frio com ansiedade para cair na pista. A única coisa que eu não gostei é que os 13 euros que cobram na entrada não te dão direito de ir ao banheiro. Sim, agora em Amsterdam tem essa moda de pagar para ir ao banheiro das buateys…Acho o fim!!! Fico apertada, mas não pago pra fazer xixi nem aqui, nem em Amsterdam.

Weteringschans 6-8, na frente do Burguer King, do lado do cachorro quente, Amsterdam

Amsterdam é muito mais do que dizem, é uma cidade segura, limpa e simpática. A galera é baladeira e por razões óbvias (mas nem tanto) vemos muitos sorrisos e gentileza da rua.

Se você está em na Europa, tem que aproveitas as promoções de trem e ônibus pra Adams. Já na cidade, o metrô e o ônibus são um pouco caros (2,60 a passagem válida por 1 ora ou 7 euros o bilhete válido para o dia inteiro), mas você pode andar a cidade inteira a pé ou alugar uma bike.

Tem a Área dos Museus com destaque para o Museu de Belas Artes e Van Gogh, tem o Red Light District onde estão as famosas garotas em suas vitrines, o centro onde está a Amsterdam Centraal , a estação de trem,metrô e rodoviária e o bairro  Jordaan que é uma área com muitas galerias de arte e muitas lojas famosas.

 

:: Efigenias ::

Nascemos pra isso.

 

1 Comment

Filed under Balada, Out and About, Viagem

Metalinguagem {♥} Links

{♥}

Just lovely

Le blog de Sofia

∫Doçura em forma de URL

:: Efigenias :: Links :: Tá na Moda ::

 

Leave a comment

Filed under Blosphera, Efigenias, Internet

Protesto

Quer protestar? Pegue toda sua raiva e tenha uma grande IDÉIA.

Já que nossa indignação é uma mosca sem asas, inspire-se e aprenda a andar com suas próprias pernas.

Você é daqueles que acha que faltam ideais, causas para lutar? Escolhemos algumas:

Você pode protestar pela limpeza e conversação de uma grande megalópole…

Por uma Porto Alegre mais limpa

Tá, você não é de Porto Alegre, mas vive em outra grande cidade, pode protestar contra as multas de trânsito…

Homem compra site da polícia para reclamar

Nem um nem outro? Que tal protestar pelo direito de escolha das mulheres?

Estudantes francesas protestam contra a lei anti-burca

Contra o capitalismo é uma boa, afinal, se o que importa é o capital, cadê a grana???

Pela diversidade. Chega do mesmo!

Desfile-passeata Fashion Mob reúne centenas de pessoas no centro de São Paulo

Leave a comment

Filed under Internet, Opinião, Out and About

Recordar é viver

Onde estão as modelos negras?

Segundo Naomi Campbell houve avanços, mas seguimos preteridas nas passarelas e anúncios publicitários

Em 17 de novembro de 2009, Naomi Campbell veio até esse blog reclamar da falta de modelos negras no mundo da moda. Um ano depois, nada mudou e aqui está a übermodel novamente pra dizer mais uma verdade inconveniente: a moda, assim como a sociedade, assim como o mundo é racista.

O mundo da moda ainda é racista, diz Naomi Campbell

Fiquei sabendo pelo site Black Hair & Other Stories que a revista Marie Claire tem uma sessão só pra mulheres negras. Espera um pouco, não era mais fácil diversificar um pouco as modelos e as matérias para que revista fosse uma revista feminina e não uma revista de mulheres brancas que as negras também podem ler? Fico feliz por termos espaço em uma revista que dita tendências e moda, mas como tô rabugenta hoje, permaneço com o pé atrás (que já tiver visto a revista ou tiver uma opinião, por favor escreva para a redação ou comente).

Iniciativas

A estilista e consultora de moda fofolete demais Thaís Losso (Cavalera, Sommer, Revista Capricho) por sua fez, foi ainda mais pontual e ao notar que no último Fashion Rio apenas 4 marcas desfilaram modelos negras e se questionou onde estão nossas meninas negras?

Como Walter Rodrigues não é bobo nem nada, na sua coleção de verão 2011, não colocou uma modelo negra, não colou uma cota de modelos negras, mas todas as modelos de seu desfile! Inspirado na zona da mata pernambucana todas as suas modelos eram pretas. Qual a diferença? Bem, todas são lindas e ficamos felizes, mas na prática são modelos como quaisquer outras!

Claro que essa atitude gerou um burburinho da primeira fila ao gargarejo, mas engraçado, quando todas as modelos de todas as revistas são loiras, ninguém fala nada… Mentira! Na época eu li na Lixolândia uma comentário que sim, os negros lutam contra o racismo, mas um desfile só com negras  é uma forma de preconceito contra os brancos.

Deixa eu ver se eu entendi, afinal, aqui somos um blog humanista e simpatizamos com a causa de todos os excluídos: em todos os desfiles da Fashion Rio, apenas 4 marcas tinham modelos negras, ou seja, a maioria das marcas desfilou apenas modelos brancas, muito bem. Por oposição, em um dos desfiles, todas as modelos eram negras, logo, essa marca foi racista. As outras que não tinham nenhuma modelo de nenhuma outra cor que não fosse branca, foram um mero acaso do destino. Entendi.

Sentindo na pele

A Editora do Efigenias, Luanna Teofillo, que vira e mexe tem seus dias de modelo de publicidade, em entrevista exclusiva, diz que o problema não é apenas o fato das pessoas serem racistas, mas também a falta de criatividade e profissionalismo de muitos trabalhadores da moda. “Já aconteceu mais de uma vez da maquiadora não ter maquiagem adequada para minha pele e eu ter sido excluída do editorial. Pior ainda uma vez que uma cabeleireira se recusou a arrumar meu cabelo, segundo ela, não mexia em cabelo como o meu, pode? Isso em Buenos Aires”.

E continuou: “Já na França há um fenômeno muito intrigante hoje em dia que são os modelos métisseMétisse é o termo que eles usam para um negro mestiço ou mesmo de pele um pouco mais clara como os brasileiros e caribenhos. Muitas vezes eu sei que eu não sou a mais bonita do casting, nem a mais magra,  mas como a minha pele é mais clara que das pretas maravilhosas que tem aqui, acabo tendo mais chance de pegar o trabalho”.

Perguntada se é a favor a adoção de cotas nos desfile, a blogueira é emblemática: “SIM! Sou a favor de cotas para tudo e por diversos motivos: para trazer o debate, para que as pessoas se posicionem, para mudar o quadro, para dar esperança as meninas que sonham em ser modelos. Afinal se a inclusão fosse algo natural, já teria acontecido. Numa sociedade racista, cabe a todos nós lutarmos para dar mais representatividade tanto de negros com orientais, indígenas, deficientes, mestiços,etc.”

É triste como o ser humano tenta, procura, se força para se limitar. Bem que Nietzsche me dizia que no dia que soubermos de verdade que somos o super-homem , com capacidades e inteligência infinita, teremos vergonha do somos hoje.

Leave a comment

Filed under Beleza, Fashion, Opinião

O que rolou? feat. Metalinguagem

As frases mais marcantes da semana do mundo pop:

♥ Teve exemplo de tolerância e amor ao próximo:

“Não gasto um milímetro da minha paciência com drogados.”

Aguinaldo Silva, autor, fala em seu Twitter sobre a saída do ator Fábio Assunção da novela “Insensato Coração”.

♥ Teve gente que finalmente se fez entender

“Sou um babaca total.”

Wagner Moura, ator, conta em entrevista à revista “Lola”, que não se preocupa em ser uma celebridade.

♥ Teve pérola de sabedoria e humanismo

“Quanto mais filho a mulher fizer, mais Bolsa Família ela vai ganhar.”

Letícia Spiller, atriz, durante a coletiva de imprensa de “Afinal, o Que Querem as Mulheres?”.

♥ E teve quem falou a verdade

“Me sinto totalmente frustrado, sim.”

Nando Cunha, o Pimpinela de ‘Araguaia’, conta ao site Ego que fica insatisfeito por ser escolhido para alguns papéis porque é negro e não pela sua qualidade como ator.

 

Para mais frases de efeito, declarações e constrangimento público, não deixe de visitar o QuoteNOIRE.

Leave a comment

Filed under Blosphera, Efigenias, Opinião

Google pergunta

Nostalgia Chic

Mais uma  sugestão d@s navegador@s do Efigenias

Pequenos mimos que toda alpha female + business woman + menina de família deve ter em sua bolsa.

Porta Cartões

Para guardar seu próprio cartão de visita (você já tem um, né?) e acolher os cartões oferecidos. Básico para offline network.

Porta Cart - Les invasions éphemères 9,90 €

Better than Beauty: A guide to charm

Lembre-se, o charme é mais importante que a beleza. Aprofundar-se a na arte do bem viver, cultivar-se, é essencial para a mulher moderna e cocotas  modernetes de todas as tribos.
“Publicado originalmente em 1938, o livro oferece dicas atemporais de beleza, boas maneiras, saúde e estilo.”

Guia de etiqueta Better than Beauty $15.99

Relógio de Bolso Breakfest at Tiffany’s

Não sei vocês, mas nós dos Efigenias AMAMOS relógios de bolso. São lindos, delicados e charmosos. Você pode usar também como colar, o importante é não perder a hora pro estilo, só pra fazer um finalzinho bem cliché.

Relógio de Bolso Breakfast at Tiffany's $32.99

Sombrinha Vintage Rose

Seja em São Paulo, Paris ou Londres chuva é o que mais rola. Além de proteger sua chapinha, escova ou aplicação de creatina, você pode ser charmosa e clássica.

Sombrinha Vintage Rose £7.99

Mini-PC HP Vivienne Tam Butterfly

E por último mas não menos importante, o  supercute mini pc Butterfly da HP. Sonho de consumo da redação do Efigenias em peso, não poderia faltar na nossa lista, afinal, temos uma vida virtual a selar e prover conteúdo.

 

Mini-PC Butterfly R$ 1.842

 

♥Palavras de sabedoria da Vovó Efigenia♥

Vô Luanna Efigenia

“Sonhar não custa nada.” Unidos do Salgueiro

“O que eu gosto não é graça.” Cansei de Ser Sexy

“O que é grátis não é igual ao que é caro.” Luanna Teofillo

“I like my money right where I can see it… hanging in my closet.” Carrie Bradshaw

Juízo!

Beijos da Vovó

Leave a comment

Filed under As Efigenias, Beleza, Fashion

Metalinguagem

Aquele abraço!

Um beijo pra turminha do Facebook!
Nosso profile no Facebook tá bombando! Clique aqui do lado e faça parte do Efigenias →
Por que só a vida real, não dá conta, né?

Leave a comment

Filed under As Efigenias, Blosphera, Internet

Terminologia

Usos e significados

Guia prático e préalable dos termos raciais

Em caráter de urgência, devido a série de idiotismos e barbarismos que tivemos contato nos últimos dias (clique AQUI e seja bem-vindo a Lixolândia), comentário sobre três termos entre os mais utilizados para designar pessoas étnico-racialmente.

“Las razas” no existen, ni biológicamente ni científicamente. Los hombres por su origen común, pertenecen al mismo repertorio genético. Las variciones que podemos constatar no son el resultado de genes diferentes. Si de “razas” se tratara, hay una sola “raza”: la humana. “Las razas” biogenéticamente, no existen, pero el racismo sí, como ideología.

José Marín González, Doctor em Antropología da Universidade Paris 1 Panthéon- Sorbonne

Cada um desses termos e outros mais serão tema de matéria individual (como já vimos N*) em momento oportuno.

Preto

Tais Araújo, atriz, brasileira, PRETA

Pessoa da raça negra.

Designa africanos e descendentes. É o termo que se utiliza nos países lusófonos, com exceção a Angola que segue o modelo brasileiro. No dicionário de português de Portugal preto é descrito como termo pejorativo.

A palavra em si tem conotação neutra, ou seja, pode ser tanto positivo e demonstrativo quando pejorativo. No Brasil, apesar de constar como sinônimo de negro,  muitas vezes é considerado pejorativo quando na realidade é o termo mais adequado para indicar africanos e afrodescendentes.

Francês: noir
Inglês: black*
Espanhol: negro*

 

Negro

Tais Araújo, atriz, brasileira, NEGRA

Negros são os pretos nascidos na América descendentes de escravos e escravos em geral. No Brasil é o termo mais popular e utilizado para designar afrodescendentes. De certa forma, a palavra representa origem comum, diferente do termo preto que está ligado, no subconsciente popular, à cor. À rigor, os pretos brasileiros são negros porque são descendentes de escravos e por isso mesmo muitos consideram o termo racista porque evoca diretamente à escravidão.

Podemos pensar a priori que  um brasileiro afrodescendente é negro, mas um africano preto, por não ser descendente de escravos. Porém  na língua corrente, negro e preto são sinônimos.

Francês: nègre termo fora de uso justamente porque remete a escravidão e não se ajusta a realidade dos afrodescendentes .

Inglês: negro mesmo caso do francês. A palavra foi rejeitada na época do movimento pelos Direitos Civis, justamente pela alusão a escravidão e hoje em dia é termo pejorativo
Espanhol: negro é o caso mais crítico da dialética palavra X representação. Nos países hispânicos negro não é somente pessoa preta, de origem africana, mas designa também o pobre, o segregado, o mais baixo da escala social, sem cultura, ignorante. É usado como adjetivo pejorativamente (“negro de mierda” mesmo que a pessoa seja branca). consequentemente designa populações de origem indígena não só pela pele escura mas por ser o pior do extrato social. Por outro lado, é também vocativo carinhoso, como a cantora Mercedes Sosa  que na Argentina tem o epíteto La Negra.

Mulato

Tais Araújo, atriz, brasileira, MULATA

Mulato é termo que designa os mestiços entre branco e negro. Historicamente o termo usado para qualificar animais e como o negro ainda é era tratado como mercadoria era também classificado dessa forma, sendo que quanto mais perto do branco, melhor.

No Brasil é sinonimo de mulher negra fácil bonita, voluptuosa, sensual. A dançarina símbolo do carnaval é um esteriótipo brasileiro. É   um dos eufemismos raciais para negra, uma forma de amenizar o fato (assim como morena, morocha, moreninha, mulatinha). O mulato que é um dos símbolos do Brasil miscigenado, é também um grande exemplo do racismo cordial à la brésilienne.

Francês: mulâtre tem origem no mulata do Português, ou seja, como se fora um produto, uma pessoa que é de origem branca, nobre e preta, escrava, inferior. É a clássica mistura de cavalo com mula. Lendo a definição de mulâtre me deu ainda mais vontade de esquecer essa palavra e partir pra outra.

Le terme mulato ou mulata est aussi utilisé en portugais pour désigner des métis mais au Brésil après 388 ans d’esclavage donc d’exploitation sexuelle des femmes noires,métisses et indiennes le terme de mulata est souvent synonyme de danseuse érotique de carnaval. Ces femmes sont parfois vues comme des femmes de milieu social pauvre et facile à séduire, toujours prêtes pour une relation sexuelle. (Afff ,é isso que você quer pra você?)

Inglês: mulatto pelo mesmo motivo dos outros idiomas, não pegou nos Estados Unidos, além da associação à escravidão. Os termos mais usados são várias da palavra mestiço como biracial, mixed. Dizem que o termo peca por ser amplo e não designar somente o mestiço de negro com branco, mas qualquer mistura racial. Mas cá entre nós, nada como um predicativo para salvar a história, basta dizer mestiço de branco com negro.

Espanhol: mulato os espanhóis que começaram com a idéia de categorizar pessoas como mercadoria. Então o mulato uma produto da cruza entre o branco e negro.

Obviamente que aqui no Efigenias a liberdade é ampla e respeitamos o direito de cada pessoa se designar da maneira que quiser. Só queremos remarcar a importância dos significados, usos e representações das palavras.

Na próxima edição:

POLÊMICA: Black é racismo ou afirmação?

Fique a seguir com o Bofe do Domingo.

Bom final de noite :)

ps.: e para aqueles que amam odiar, gritar e espernear, dêem crédito às horas infinitas sentada nas bibliotecas do mundo e navegando em sites mil. Na humildade.

5 Comments

Filed under Ação Afirmativa, Afrodescendente, Black

Making things UP

Maquiagem é responsabilidade social

Nós do Efigenias apoiamos e amamos maquiagem. No dia-à-dia,  nas festas, para todas as ocasiões, para a vida.

Pode parecer futilidade,chega um momento na vida, que a prática da maquiagem se torna mais do que um hábito, mas uma obrigação consigo mesma, afinal, sabemos bem a diferença entre quando acordamos e quando vamos a uma festa.

Se você pode parecer mais bonita, POR QUE NÃO?

Top 5 produtos para pele:

Pó bronzeante Bourjois Paris

Poudre Bonzante Bourjois 15,60 €

É um pó que dá efeito bronzeado e tem cheirinho de chocolate. É leve e fino, ótimo para o dia a dia. E o mais engraçado é que eu conheci esse produto porque minha roomate Zoe, loira de olhos azuis, que por algum motivo, usava a mesma maquiagem que eu.

Base Cravo e Canela

Base para pele negra R$9

Infelizmente eles não tem site e hoje em dia é um pouco difícil encontrar os produtos, mas existem sim. A Cravo e Canela é pioneira em maquiagem étnica no Brasil. Boa qualidade, você tem variações para todas as tonalidades de peles, de bege  a bem pretinha. Para saber mais, entre com contato com eles por email cravo_canela@ig.com.br

Instant Liss Result Maybelline

Base Maybelline 13,50€

Base da Maybelline e eu adoro Maybelline porque é barato e honesto. Essa é mais clarinha, controla o brilho e tem média duração.

Bastão corretivo Max Love

Bastão corretivo Max Love R$3

A Max Love tem uma linha para peles morenas, mestiças e negras. Infelizmente no site, eles chama a linha de “pele morena”. Aparentemente ou as pessoas tem medo de falar a palavra NEGRA ou, o mais provável, a qualidade do ensino no Brasil está cada vez pior, mesmo nas escolas de marketing, afinal, o mínimo que um bom marketeiro tem que fazer é identificar corretamente seu público alvo. Esse corretivo (clique na foto pra ver o produto o site) deve ser usado depois da base, não antes como todas nós pensamos. Dá pra fazer jogo de luzes também, além de ser barato e fácil de encontrar.

Base Black Opal

Base Foncé Black Opal 12€

A salvação da minha vida em Paris. Espero que em breve eles façam uma versão que eu possa prender no meu próprio corpo para nunca ficar sem essa base. É a melhor que eu conheci até agora desde  a textura até a cor perfeita. Tem várias opções de tonalidade e a embalagem é inteligente.

 

E para as mais céticas, vejam o vídeo de Make Up Plastic Surgery da Eve Pearl. Você será capaz de fazer mágica com os produtos e a técnica certa e economizar em plástica.

1 Comment

Filed under Afrodescendente, Beleza, Black

Blog de cabelo

Pra saber o que tem na cabeça das pessoas mais fofas e modernetes das filas e das baladas escândalo de Sampa

Vou colocar mais um link para o blog  Tudo é vaidade porque é a Editora Chefe do Efigenias é a única pessoa que tem duas fotos no blog ;)  e no site da revista Capricho também eeeee!



Atenção!
A prática de auto-promoção deve ser evitada e banida do blog.
A redação

Leave a comment

Filed under As Efigenias, Balada, Beleza

Metalinguagem

Ultrapassamos 1000 acessos este mês!

A Redação do Efigenias está em festa! Muitas visitas, muito burburinho. Cada palavra neste blog é escrita com muito amor ♥ e é bom ver que as pessoas se identificam com elas.

Vamos com tudo!

As fotos postadas no Efigenias são links relacionados, não se esqueça de clicar para saber mais sobre tudo que rola aqui no Efigenias e na nuvem.  No post sobre cabelos, por exemplo, cada foto leva a um vídeo da técnica utilizada.

Assine o blog para receber atualizações diretamente em seu email e poder comentar todos os posts.

Adoramos nossos textos em outros blogs, mas não se esqueçam de linkar e mencionar a fonte, belê? ;)

Divulgue, não só nosso blog, mas todos os blogs e sites sugeridos. Isso é a NOIRE VAGUE, SPREAD THE IDEA!

1 Comment

Filed under As Efigenias, Blosphera, Out and About

O que rolou?

O que rolou essa semana?

Um pequeno weekly digest:

Teve o Tyson Beckford na Semana de Moda de NY.

O Kanie West e a Kelly Rowland também estiveram por lá.

♥ Por alguma razão  o termo mais buscado esta semana que levou/trouxe a esse blog foi…

“A Maior Cobra do Mundo”


Alguém tem alguma idéia relacionada a isso?

Whatever a parte, o título continua sendo da Tina Turner, cujo cabelo eu venho tentando imitar desde idos dos anos 80. Ela é o termo de busca mais traz o povo a esse humilde blog.

Deusa recitando o NAM-MYOHO-RENGUE-KYO rumo ao Kossen Rufu :)

♥ Saiu a edição de outubro da Revista Essence

Sem mais palavras, mas eu acho que eu sei como fazer qualquer um desses feliz. Juro, na humildade.

♥ E claro o novo hit da Rihanna e do David Guetta, Who’s that chick?

A bailar!

♥ Hoje rolou em Paris a “Lavage de la Madaleine”,

que é a lavagem-da-escadaria-do-senhor-do-bonfim em Paris, perto das galerias Lafayette.

É um barato como a cultura brasileira é forte em qualquer canto do mundo e como os franceses, em especial, amam o Brasil. Duvida? Então dá uma olhada:

É noix!

Biz ♥

Leave a comment

Filed under HOT NEWS, Internet, Out and About

Meu querido diário – versão férias

Depois de férias chiquérrimas no Brasil e na Suiça, o novo QG do Efigenias fica em PARIS! Nem preciso dizer que J’ADORE,  estou muito feliz de estar aqui. :)

Como a vida até parece uma festa, não poderia deixar de render homenagens ao restaurante-bar-quintal- louge Hotseria na Rua Augusta (demais!comida caprichada, ambiente de boa, preços sinceros.) e o tão querido D-Edge On the Rocks.

Parecia um parque de diversão, de tão felizes que estavamos todos. Essa foto é do blog Tudo é Vaidade que clicou a editora do Efigenias na fila pra entrar.

Já na Suiza, em  Bassel fui barrada na fila do Kaserne, não consegui comprar ingressos pro show do Soulwax mas fui feliz na vida no festival open-air Viva com Agua. Clique aqui para saber mais sobre o projeto. Balada boa, a galera da night na Suiça é guerreira.

Decidi que em breve terei um canivete. É mais útil para uma moça moderna que você ousa pensar.

1 Comment

Filed under Música, Viagem

Cotas na Moda

Em que pé  anda a diversidade nos desfiles da semana de moda mais importante do Brasil?

Progresso se faz jogando a bola pra frente e chutando pro gol

Finalmente alguém se tocou o que realmente quer dizer a adoção de cotas nos desfiles do São Paulo Fashion Week e deu um passo progressivo a caminho da igualdade e claro, mais pessoas puderam apreciar a beleza da mulher brasileira preta! Fonte: Site Terra (de ninguém) Lixolândia

Campanha Maria Bonita

Divulgação
São Paulo, 19/10/2009
As 21 belas que figuram a campanha da Maria Bonita ao lado do fotógrafo Bob Wolfenson e do designer Rafic Farah
Olhando essa foto, eu me pergunto como alguém pode acha isso ruim… ;)
:: Efigenias ::
gatas pretas

1 Comment

Filed under As Efigenias, Beleza, Fashion