Tag Archives: padrão

A história da vadia do supermercado ou Deixa meu cabelo em paz!

Drama, suspense, reflexão

Minisérie auto-biográfica sobre o dia-a-dia da editora chefe do Efigenias.org em Paris.

Haja fígado!

:: Efigenias ::

Na tela da tv no meio desse povo

Advertisements

15 Comments

Filed under As Efigenias, Internet, Negas do cabelo bom

Google pergunta

Mais uma rodada de questões, demandas, inquietações e dúvidas d@s noss@s maravilhos@s leitor@s

– o cabelo nicole scherzinger é liso ou alisado?


Muita gente diz que o cabelo da Nicole é uma lacewig perfeita e hollywoodiana. Não, o cabelo dela é NATURAL!

Nicole é nascida no Hawai numa familia multicultural. Seu pai é filipino e a mãe russa, logo ela é mestiça de branco+asiático tornando seu cabelo longo, perfeito, preto possível.  Ela mesma conta que muitas pessoas pensam que ela é paquistanesa, mas devido sua herança cultural, ela se considerada asiática.

– um afro descendente chamado sergio

Engraçado como essa query sempre rola aqui no blog… quem será esse Sérgio que alguém tanto procura.

Dica: enquanto espera o Sérgio aparecer, faça um curso básico de internet para melhorar suas buscas, beijos.

O nome Sérgio tem origem latina, significa pastor, o que proteje. Eu conheço alguns Sérgios, maspor hora, um afrodescendentes chamados Sergio Menezes que me interessa e muito.

– o que é um dandi

Dandi é um estilo de vida que nasceu na Inglaterra no século XVIII e que encontrou seu auge no século seguinte na França. É um padrão de elegância e boas maneiras que infelizmente para tristeza de toda a redação do :: Efigenias :: está se perdendo no tempo.

Clique aqui para ler tudo sobre dandismo, ensinar para seus amigos e parente e finalmente dar prazer a todas as mulheres que gostam de homens bem educados e elegantes.

 

He's cute in so many level...I never get tired...

 

 

MAS A QUERY VENCEDORA DA VEZ É:

hahahahhaha

– do racismo porque os negros não são exemplo de beleza

– hahahahahahahahah

 

– oi?

 

– desculpa, não entendi?

 

– dá pra repetir?

 

– hahahahahahah

 

:: Efigenias ::

hahahahah

1 Comment

Filed under Blosphera, Efigenias, Internet

Cinema – κίνημα – kinema

Efigenias é um blog culturalmente orientado.

 

Do blog O Capacitor:

“Filme do Thor será boicotado por uma turma de racistas”

 

Um grupo ultraconservador americano chamado Council of conservative citizens (vale a pena visitar o site) está promovendo um boicote ao filme Thor do estúdio Marvel . Segundo o grupo de direita,  o fato do ator britânico Idris Elba interpretar um personagem no filme, baseado no quadrinho homônimo e produzido pela Marvel Comics, ataca os valores tradicionais da lenda nórdica e consequentemente, a famosa cultura branca. Citando o manifesto:

“Parece que a Marvel acredita que o povo branco não deve ter nada que é único dela” (oi?)

Idris Elba  nasceu em Londres e s é de Serra Leoa e a mãe de Gana. Ele é preto.

Sejamos sinceros: a priori, é um pouco estranho…Imagine um filme sobre uma lenda africana cujo personagem fosse representado por um homem branco? Mas espera um pouco! Acho que isso já  aconteceu! Lembram quando os brancos interpretavam os negros no cinema? Era assim:

Façamos uma simples comparação. Veja abaixo:

:: Preto representando branco

:: Branco representando negro

Alguns comentários, obviamente, sem o devido  pudor ao defender a causa à qual se propõe esse blog:

Uma vez um protesto parecido foi tentado por um grupo de pais conservadores no Estados Unidos contra maioria  de atletas da NBA  serem negros. Esses atletas talentosos, profissionais que fazem um dos melhores campeonatos esportivos do mundo, cuja influência alcança  a cultura popular, influenciavam mal seus filhos. Por que eram negros, claro.

(eu peço ao leitor@ que imagine a editora com cara de preguiça e tédio)

Apesar de acreditar que a multiculturalização,  mesmo que artificial é uma grande ferramenta para a manutenção da representação e igualdade, eu entendo de certa forma esse apego. : (

Só que…

Arte não é jornalismo, uma vez disse um grande comunicador (tudo bem que eu também não sei o que é jornalismo hoje em dia, mas isso é outra questão).

Quando falamos de arte não há limitações. Convidamos os senhores do digníssimo Council a darem um passo à frente e esquecer que há uma mera diferença variação, quase insignificante na cor da pele e que tal detalhe é irrelevante para ser um bom ator. Não queiram limitar uma lenda fantástica, a atuação de um grande ator e um bom filme, com os muros capengas do preconceito.

Devo acrescentar que ver um homem lindo, alto, inglês vestido de super-herói pode agradar muita gente. A ver:

 

:: Efigenias ::

A afirmação do PRETO

 

3 Comments

Filed under Black, Cinema, HOT NEWS

Quando sapatos nos fazem rir

Suddenly, I felt like I was wearing patchouli in a room full of Chanel.”

#CarrieBradshawfeelings

 

Leave a comment

Filed under Fashion, Out and About, Produtos

Paris também é assim

Nesta semana  de Vacance de Toussaint (o feriado de Todos os Santos que aqui são umas miniférias) onde aparentemente as pessoas que preparam suas teses de mestrado não escrevem em seus blogs, um pouco de Paris que talvez você não conheça.

Tensão racial, você vê por aqui.

 

Leave a comment

Filed under Afrodescendente, Música, Opinião

Bofe do Domingo

TODOS os modelos do catálogo DKNY Outono/Inverno 2010/11

Modelos

Origem: Diversas

Carreira: Modelos e tudo de bom

O que contar para a família: São modelos, são modelos lindos, são modelos lindos no catálogo da DKNY

É para casar? Resumindo são modelos e amamos todos os modelos do mundo.

Leave a comment

Filed under Beleza, Fashion, Out and About

Concurso

Esta é do site da Daniela Salú, Cabelo Bom:

Crespro Pride! Participe!

1 Comment

Filed under Negas do cabelo bom

Beleza real

Há algumas semanas rolou o bafão das fotos sem retoque da Carol Castro para uma revista de beleza.  A foto é essa aí.

Linda do mesmo jeito

A história é: uma mulher linda comum usada pela mídia para passar uma imagem de deusa, a própria perfeição. Essa imagem manipulada pressiona e escraviza mulheres lindas comuns (como nós)  a alcançarmos esse padrão irreal.

Haja photoshop mental!

Quem não sofre por ter 20 quilos a mais e 20 centimetros a menos? Quem não gostaria de ser mais clarinha, com cabelo mais liso, com mais peito, menos culote?

Padrão de beleza quem cria é você! Sua saúde,  felicidade, personalidade e auto-estima devem ser maior que a imposição de pessoas que querem, na verdade, comprar você.

Todo mundo se cobra, a vaidade é parte da natureza humana principalmente da cultura feminina, mas exemplos como Heidi Montag, Latoya Jackson muitas outras, nos mostram onde essa loucura pode levar. É clichê, mas é real!

1 Comment

Filed under Beleza, Opinião

Incluíndo fora

Hollywood tem espaço para todos?

Daí que a Gabourey  Sidibe concorreu ao Oscar de Melhor Atriz neste ano pelo seu papel no filme épico Precious, baseado no romance da escritora americana Saphire. Gabourey Sidibe é uma estudante de psicologia, atriz, preta e gorda.

Cinderela do sonho americano, o auge do espírito do Yes We Can, após sua atuação magistral no filme e sua entrada no show business pela porta da frente muita polêmica já gira em torno do seu nome: é possível que uma mulher obesa tenha verdadeiro espaço em Hollywood? Que papéis ela poderia fazer?

Os  ferozes e notoriamente mal-amados radialistas Howard Stein e sua companheira de programa Robin destilaram palavras de ódio e desprezo contra Gabourey. “É um mal exemplo!”, gritaram eles, no auge de sua fúria. Contritos, sentiram pena dela e das pessoas que fingem que uma garota de quase 200 kilos possa fazer parte do mundo das celebridades. Tsc, tsc, tsc.

Os Estados Unidos vivem a contraditória epidemia da obesidade. Enquanto milhões de pessoas em todo o mundo morrem de fome e outros milhões sofrem para alcançar o padrão de beleza magro imposto pela mídia e a sociedade, parece que muitos no país das oportunidades não querem ver frente a frente uma mulher gorda, afro-americana que vai a universidade, tem amigos, amores e fotografa divina nos red carpets da vida.  Como se no país onde 6 em cada 10 pessoas são obesas,  pessoas como ela não existissem na vida real. Até o blogueiro Perez Hilton andou criticando o sobrepeso de Gabe, segundo ele porque se preocupa com sua saúde, mas cá pra nós, eu duvido um pouco que essas críticas venham mesmo da preocupação com a saúde dela (inclusive o laureado blogueiro Perez Hilton já fez e por um bom tempo, parte do grupo dos gordos). Talvez seja porque é fácil falar de inclusão, de combate aos padrões sociais de beleza, mas ver no spotlight brilhando sejaum pouco mais complicado. “É a quebra da ordem social!” , bradariam conservadores pouco conformados.  Parece que para essas pessoas, longe do gueto onde deixamos os excluídos existirem, a imagem do diferente  choca, descontextualiza todo o discurso de inclusão e traz à tona a mais bem guardada  hipocrisia.

Se Gabe  vai ser mais do que a Precious ou se os roteiristas escreverão papéis para ela, só tempo dirá, mas já vemos sinais de que ela é muito mais que isso e tem muito talento para mostrar, assim como todas as pessoas, independente da condição, situação, formação ou deformação física.

Quem limita as pessoas realmente não tem idéia do que significa a palavra ARTE.

Leia também:

:: Efigenias ::

Arte pura para todos

1 Comment

Filed under Cinema, Ideias sem acento, Opinião